Aeroporto Catarina vira atração na Labace, principal feira de aviação executiva da AL, com inédito simulador da pista

post25

Os mais de 15 mil visitantes que transitaram pela 11ª edição da Labace (Latin American Business Aviation Conference & Exhibition), segunda maior feira do segmento no mundo, entre os dias 12 e 14 de agosto, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, tiveram a oportunidade de conhecer em detalhes o projeto do novo Aeroporto Executivo Internacional Catarina. Através de um simulador desenvolvido especialmente para a feira pela JHSF, que reproduz a estrutura que será entregue aos usuários, o público pode sentir a experiência de “voar”, “taxiar”, “pousar” e “decolar” de forma virtual, a partir das duas pistas do futuro aeroporto são-roquense. Primeiro aeroporto privado executivo do País, o Aeroporto Executivo Catarina começará a operar a partir do primeiro semestre de 2016.

De acordo com o diretor-presidente da Unidade de Negócios Aeroporto, da JHSF, Rogério Lacerda, o Catarina segue a tendência mundial de exploração comercial de aeroportos privados para a aviação executiva em grandes metrópoles do mundo, contribuindo para a melhoria da infraestrutura aeroportuária brasileira. “A proposta é permitir a rápida conexão dos seus usuários, clientes, com qualquer lugar do Brasil e do mundo, com um padrão diferenciado daqueles hoje existentes”, afirma Lacerda. A primeira fase das obras do empreendimento já foi iniciada e se destina, principalmente, à terraplenagem e construção de uma pista de pouso.

Aeroporto Executivo Catarina: perfil e padrão internacionais

O Aeroporto Executivo Catarina está localizado na Rodovia Presidente Castello Branco, km 60, em São Roque, a aproximadamente 30 minutos de São Paulo, e ocupará uma área de 2 milhões de metros quadrados – área maior do que o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O empreendimento integra o Complexo Comercial Catarina, composto também do Shopping Catarina Fashion Outlet e o Catarina Corporate Center, numa área total de 7 milhões de metros quadrados.

O Aeroporto Executivo Internacional Catarina terá capacidade para receber pousos e decolagens de jatos executivos intercontinentais de última geração, além de contar com um centro de serviços de manutenção, hangares de estadia das aeronaves e pernoite. Com infraestrutura completa que proporcionará um padrão diferenciado de aeronavegabilidade para todos os seus usuários, a torre de controle de tráfego aéreo terá capacidade para a realização de aproximação das aeronaves por instrumentos de precisão. Está previsto ainda um Terminal de Aviação Geral (GAT) com equipamentos para inspeção de bagagens, pessoas e documentos, incluindo todo o apoio aos passageiros e tripulantes, tornando os trâmites de embarque e desembarque muito rápidos e seguros.

O projeto do aeroporto, que tem inauguração prevista para o primeiro semestre de 2016, é atrativo para a JHSF, pois o mercado brasileiro de aviação executiva cresce a taxas elevadas. De acordo com estudo da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG), o número de aeronaves no país cresce mais de 10% ao ano e o segmento de aviação executiva é o que apresenta a maior expansão, sendo o maior mercado da América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*